Arquivo de etiquetas: destaque

Viagem ao Vale do Douro de Barco, Bicicleta e Comboio

IMG_7233
Começo com as palavras do nosso tour líder, “É talvez o percurso que atravessa uma região única no mundo. O que iremos ver não existe em mais nenhum lugar… o Douro sempre a serpentear no fundo vale completa com majestade todo o cenário”, a esta frase, modesta e humildemente, juntaria as palavras do grande mestre Miguel Torga, quando nos diz: O Doiro sublimado. O prodígio de uma paisagem que deixa de o ser à forma de se desmedir. Não é um panorama que os olhos contemplam: é um excesso de natureza”…IMG_7172
Que o digam Letícia e o Ricardo naquela épica viagem de 5 dias pelo vale do Douro, por barco, bicicleta e comboio e que recordações levarão para o seu país natal daquela região tão especial.
Numa pedalada pelo coração das vinhas mais célebres do Porto,onde as vinhas são plantadas em socalcos até uma altitude de 700 metros, resultado perfeito da comunhão entre Homem e Natureza ao longo de séculos. Por desfiladeiros e penedias, de precipício em precipício, em vertiginosas constantes de uma natureza impar e excessiva.IMG_7108
Uma viagem inesquecível rio Douro acima, desde a sua foz na cidade do Porto, com os seus barcos Rabelos, até Vila Nova de Foz Côa no Alto Douro Vinhateiro e no coração da Arte Rupestre do Paleolítico. Utilizamos os 3 meios de transporte, Barco, Bicicleta e o Comboio da Linha do Douro, que mais nos podem levar a beber a essência do rio e desta região com 3 Patrimónios Mundiais da Unesco.
Até à próxima Letícia e Ricardo, Portugal é uma aventura!IMG_7382
Rivière Douro en Bateau, en bicyclette et en train – Velo avec un guide
En commençant par les mots de notre chef de la visite, “il est peut-être la route qui traverse une seule région dans le monde. Ce que nous voyons ne pas exister nulle part ailleurs … le Douro chaque fois serpente vallée profonde avec toute la majesté scénario, “cette phrase, modestement et humblement rejoindre les paroles du grand maître Miguel Torga, quand il nous dit : «Le Doiro sublimée. Le Douro Le prodige d’un paysage qui ne l’ai plus par la forme qu’ils se mesure. Ce n’est pas un panorama que les yeux contemple : c’est un excès de la nature …»
Il suffit de demander Leticia et Ricardo qui voyage épique de cinq jours par la vallée du Douro en bateau, en train et à vélo et des souvenirs qui mènera à son pays natal dans la région si spéciale.
Une promenade à travers le cœur des plus célèbres vignobles de Porto, où les vignes sont plantées en terrasses jusqu’à une altitude de 700 mètres, résultat parfait de la communion entre l’homme et la nature depuis des siècles. Par les gorges et les endroits rocheux, falaise sur la falaise dans une nature bizarre et excessive vertigineuse constante.
Un voyage inoubliable jusqu’à la rivière Douro, de son embouchure à Porto, avec ses bateaux Rabelo, à Vila Nova de Foz Côa dans le Haut-Douro Région viticole et dans le cœur de l’art rupestre paléolithique du. Nous utilisons trois modes de transport, bateau, vélo et formons la ligne du Douro, quoi d’autre peut nous conduire à boire l’essence de la rivière et cette région avec 3 patrimoine mondial de l’UNESCO.
Jusqu’à prochaine tour Leticia et Ricardo, le Portugal est une aventure!
River Douro by Boat, Bicycle and Train – Guided bicycle tour
Beginning with the words of our tour leader, “it is perhaps the route running through a single region in the world. What we see does not exist anywhere else … the Douro whenever snaking deep valley complete with majesty whole scenario. “To this sentence, modestly and humbly join the words of the great master Miguel Torga, when he says “The sublimated Doiro. The prodigy of a landscape that ceases to be so in its immensity. It is not a scene that the eyes behold: it is an excess of nature”.

Just ask Leticia and Ricardo that epic journey of five days by the Douro valley by boat, train and bicycle and memories that will lead to his native country in the region so special.
A ride through the heart of the most famous vineyards of Porto, where the vines are planted in terraces up to an altitude of 700 meters, perfect result of communion between man and nature for centuries. By gorges and rocky places, cliff on cliff in constant vertiginous an odd and excessive nature.
An unforgettable journey up the Douro river, from its mouth in Oporto, with its Rabelo boats, to Vila Nova de Foz Coa in the Upper Douro Wine Region and in the heart of Rock Art of Paleolithic. We use three modes of transport, boat, bicycle and train the Douro Line, what else can lead us to drink the essence of the river and this region with 3 World Heritage of UNESCO.
Until the ext tour Leticia and Ricardo, Portugal is an adventure!

Une Expédition de la Montagne à la Côte _ An Expedition, the Mountain to the Coast

2eme jour Penhas Douradas-Torre (18)Une Expédition de la Montagne à la Côte Septembre 2015, un groupe de 10 randonneurs français entre 54 et 64 ans “osé” à marcher avec les guides embauchés par Travejá pour 8 jours depuis Manteigas à Sintra, en passant par plusieurs sentiers pédestres de la montagens, dans la Serra da Estrela, Serra do Açor, Serra da Lousã et la côte par Nazareth à la Serra de Sintra.4eme jour Margaraça-Fraga da Pena-Benfeita(99)

Loriga endroits, comme le Covão de Ametade, les Villages du Schiste et la côte de S. Pedro de Muel à Nazareth et les montagnes mythiques de Sintra reste dans la mémoire de ces grands marcheurs les paysages magnifiques qui ont été enregistrés et la générosité des gens qui il les reçut. 4eme jour Margaraça-Fraga da Pena-Benfeita(120)

Merci Mademoisele Danielle M. et compagnons, même pour l’année prochaine pour une autre aventure.

An Expedition, the Mountain to the Coast
September 2015, a group of 10 French hikers between 54 and 64 years old “dared” to walk with the guides hired by Travejá for 8 days since Manteigas to Sintra, passing by several pedestrian mountains paths in Serra da Estrela, Serra do Açor, Serra da Lousã and down the coast by Nazareth to the Serra de Sintra.
Loriga places like, the Covão of Ametade, the Schist Villages and the coast of S. Pedro de Muel to Nazareth and the mythical mountain of Sintra left in memory of those great walkers the stunning landscapes that were registered and generosity of the people who received them.

Thank Mademoisele Danielle M. and companions, even for the next year for another adventure.

Spectacular Biking Tour of Geres National Park with guide Nuno Mourinha

Sem Título4In Porto, we were picked up by Nuno who provided us with a full day private tour for two people of Geres National park, north of Porto.  We used mountain bikes by choice and rode over 30 KM, providing stunning views of the park.  This was May so there was a stunning assortment of gorgeous pink and purple and yellow flowers. We encountered cows and goats along the way and stopped to take pictures whenever we wanted.  Nuno let us pick the pace, the sites we wanted to see, and we had plenty of time for photo ops.Sem Título3 An adventurous choice we wanted to do had us hiking our bikes over an amazing but overgrown, waterlogged Roman Road.  What a great little diversion!  Fortunately for me, Nuno did a lot of hiking my bike- what a great guy!  When we were too tired to bike more,  he drove us to see a stunning waterfall and a short tour of what we didn’t get to see on the bike.  Sem Título5After the amazing tour, we had a delicious meal of Portuguese ‘tapas’ from Hotel Baltazar restaurant.  Food included a cod pate, deep fried cod and meat, chourico, a spectacular tomato rice dish, and wine!  We recommend this trip highly.  Nuno put together the tour specifically for us based on what we hoped to see and on the time we had to see it and was an excellent guide.  Make the effort to include this in your trip!Sem Título 2jpg

 Lori P

Birdwatching

Garça RealP_Arzila Birdwatching no Paul de Arzila: seja você o ator principal (I) Localizada nas imediações da cidade de Coimbra, a Reserva Natural do Paul de Arzila constitui uma das últimas zonas húmidas do Baixo Mondego, abrangendo uma área de 535 hectares de mata natural. A especificidade da sua flora torna-a num local privilegiado para o albergue de diversas comunidades, nomeadamente 119 espécies de aves que elegem esta Reserva Natural como local para construírem os seus ninhos ou repousarem e alimentarem-se durante as migrações. Exemplo disso é o Rouxinol-pequeno-dos-caniços que, não obstante do seu diminuto porte, aguarda pelo final do Verão para iniciar a sua jornada com destino a África. É caso para dizer que, definitivamente, o tamanho não é tudo! Após a passagem pelo Centro de Interpretação, no qual desfrutará de uma vista privilegiada enquanto contacta com diversas exposições temáticas que lhe irão fornecer informações prévias sobre a área, seguir-se-á uma visita in loco pela Reserva Natural, a qual inclui a realização de atividades como o bird watching ou o anilhamento. Mais do que observar a natureza no seu estádio mais puro, neste roteiro propomos-lhe a interação e a vivência da mesma.Guarda-Rios Venha fazer parte desta aventura! Com a Reserva Natural do Paul de Arzila enquanto cenário de fundo, deixe-nos fazer de si o ator principal deste filme que é a natureza! Birdwatching in Paul Arzila: be the main actor (I) Located near the city of Coimbra, Paul de Arzila’s Nature Reserve is one of the last wetlands of the Lower Mondego, covering an area of 535 hectares of natural bush. The specificity of its flora makes it a prime location for the refuge of several communities, including 119 species of birds that elect this Nature Reserve as a place to build their nests, and also to rest and feed during migration site. A good example is the Rouxinol-pequeno-dos-caniços (Acrocephalus scirpaceus) that, despite its diminutive size, waits for the end of the summer to start its journey to Africa. One can argue, without doubts, that size is not everything! After visiting the Interpretation Centre, where you will enjoy a privileged view while contacting with several thematic exhibitions that will provide you information on the area, there will be an on-site visit to the Nature Reserve. This visit includes activities such as bird watching or banding. More than observing nature in its fullest, this tour allows you to experience it.

Paul de Arzila
Paul de Arzila

Come and be a part of this adventure! With Paul de Arzila’s Nature Reserve as a backdrop, allow us to make you the main actor of this movie called nature! Nuno Filipe Malva Oliveira

Saúde do viajante

Consulta de Saúde do Viajante

Medidas preventivas e vacinas obrigatórias antes de partir em viagem para destinos que comportam algum risco.

Para que serve a consulta de saúde do viajante?

Sempre que pretende viajar para fora da Europa deve dirigir-se a uma consulta de saúde do viajante. Se viaja com a família, designadamente com crianças e idosos, tenha em atenção os cuidados especiais de que necessitam.

As consultas de saúde do viajante são efectuadas por médicos especialistas em doenças infecciosas e em medicina tropical (componente viagens).

Para que servem as consultas de saúde do viajante?

•Para aconselhar as medidas preventivas a adoptar antes, durante e depois da viagem. Estas medidas incluem a vacinação, medicação preventiva da malária, informação sobre higiene individual, cuidados a ter com a água e os alimentos que se ingerem, e outros aspectos para que deve estar alerta quando viaja. Também lhe podem ser fornecidas informações sobre a assistência médica e segurança no país de destino e aconselhamento sobre a farmácia que o viajante deve levar consigo;

•Para avaliar as condições de saúde do viajante antes da viagem, nomeadamente grávidas, crianças, idosos, indivíduos com doenças crónicas sob medicação, entre outros;

•Para prestar assistência médica após o regresso, diagnosticar problemas de saúde possivelmente contraídos durante a viagem, e para efectuar o controlo periódico de indivíduos que passam temporadas prolongadas em países ou regiões onde o risco de contrair doenças é elevado.

•Para administrar vacinas, incluindo a da febre amarela, e passar o respectivo certificado internacional.

Quais são as vacinas obrigatórias?

O Regulamento Sanitário Internacional em vigor estipula que a única vacina que poderá ser exigida aos viajantes na travessia das fronteiras é a vacina contra a febre amarela. Nesse sentido, todos os Centros de Vacinação Internacional devem administrar a vacina contra a febre amarela a todos os utentes que a eles se dirijam, desde que portadores de prescrição médica.

No entanto, alguns países não autorizam a entrada no seu território sem o comprovativo de vacinação contra outras doenças. É o que acontece com a vacina contra a doença meningocócica, imposta pela Arábia Saudita aos peregrinos que se dirigem a Meca. A Arábia Saudita exige ainda, como outros países, a vacina contra a poliomielite, a quem é proveniente de um dos quatro países onde o vírus é endémico (Afeganistão, Nigéria, Paquistão e Índia).

Que outras vacinas são aconselhadas?

Depende para onde pretende viajar. É precisamente para o aconselhar e informar que existem as consultas de saúde do viajante. As vacinas mais indicadas, em função do destino, são as que protegem contra as seguintes doenças: cólera, difteria, encefalite japonesa, hepatite A, hepatite B, gripe, raiva, tétano e febre tifóide.

Brasil- Chapada Diamantina

grutaazul

O que leva alguém a ir?

Só o estar lá e em cima de um dos morros, apreciar todo o envolvimento permite perceber o único que este lugar é em termos paisagísticos. Ver o morro do Camelo e o morro do Pai Inácio é avassalador e belo.

Só o caminhar por um dos leitos secos em garganta escavados até se chegar a uma das suas cachoeiras como a da Fumaça e disfrutar de um banho compensador, permite perceber o quanto de escondido único este lugar tem.

Só o visitar entrar nas grutas como a do Diamante Azul permite perceber o quanto de subterrâneo único este lugar é.

Só o ficar hospedado em Lençóis permite perceber como acolhedora e única é esta pequena cidade, que é o coração humano da região.

Só encontrar o povo deste lugar tão remoto no Brasil e tão puro na sua essência, permite perceber como ainda é único este local.

É de ir sim e mais quando se deixa o lugar, se for de avião, é-nos brindado um tour aéreo pela chapada com comunicação pelo comandante dos morros que estamos a sobrevoar, que nos deixa a sensação e permite perceber que efetivamente é única e que se deve visitar obrigatoriamente.

Aurélio Crespo

 

Cachoeira-da-Fumaça-Chapada-Diamantina

chapada_diamantina_o_eden_do_ecoturismo_1

 

O que me faz viajar

Muito pensei em como começar este desafio lançado pelo meu cunhado para acordar o bichinho viajante que existe em todos nós. Poderia falar que foi o estar a olhar para um céu estrelado como nunca vi num acampamento no topo da cratera de Ngorogoro, ou o que se sente quando se chega a Machu Pichu, mas não realmente o que me fez viajar foi a inveja que tive ao ver a minha irmã e, naquele tempo, o namorado dela agora cunhado estarem de mochilas aviadas para irem viajar até Marrocos. Foi aí nesse momento de inveja que decidi que ia viajar, conhecer, andar, trepar, navegar, voar por todo o mundo que me desse interesse ir e assim fiz sou um pequenino viajante com uns 26 anos de viagens já vi algumas coisas sim, já vivi alguns episódios que sim são absolutamente inesquecíveis e serão esses alguns que aqui relatarei para provocar um pouquinho de inveja, como a que eu tive, e que vos faça travel já!!!

Como primeira história aqui vai da minha última grande viagem:

Nascer do dia no Lago Vitória e céu estrelado no alto da cratera de Ngorogoro.

Fez tudo parte de um safari pelo Quénia e Tanzânia em campismo dormindo dentro das reservas de vida selvagem em tendas sempre perto da vida selvagem o espírito é esse o mais parecido com o espirito de aventura. Os animais que se encontram tanto pode ser aqui como ali, agora os locais….. O nascer do dia no lago Vitória foi uma das manhãs mais inesquecíveis que tive com uma calma no ar, na superfície aquática que era um verdadeiro espelho e na cor do dia a aparecer, sem palavras para descrever só vendo, o céu estrelado em Ngorogoro outro momento esmagador em que a via láctea se torna realmente láctea tal a quantidade estelar que se vê que torna essa via branca. A par de tantos outros momentos estes realmente marcaram e ainda marcam as minhas memórias de África.

Aventure-se também Travel já!!!!!

Quénia
Pôr do Sol Quénia
Lago Vitória
Lago Vitória
Ré
Safari Quénia – Tanzânia

 

Safari Quénia Tanzânia
Safari Quénia Tanzânia

Veja também o que temos para lhe propôr em:

 http://www.travelja.net/pt/viagem-quenia-quenia-classico-74.html#.U0fC2vldVrk

 

O mar, a praia, a pesca e o surf

Este percurso liga as duas maiores cidades Portuguesas Lisboa e o Porto. Pedalamos sempre junto à costa e de um país que se desenvolve em comunhão com o Mar.
As diferentes atividades e a topologia da paisagem trazem uma enorme diversidade ao percurso.
O seu inicio no Porto é de grande interesse turístico. As caves do vinho do Porto e a zona da Ribeira merecem uma atenção especial. A foz do rio Douro empresta ao local uma magia especial.
A zona costeira que se segue é de grande desenvolvimento urbano. Seguimos por uma ciclovia, à beira mar onde a praia e a pesca estão sempre presentes.
Mais á frente deixaremos de ver o mar mas a água continuará presente. A Ria de Aveiro será nossa companheira. As aves ribeirinhas a atividade dos pescadores e as dunas são agora os motivos de interesse.
Atravessaremos a ria em Ferry Boat e seguiremos em direção a Mira e aos seus Pinhais. Durante todo o percurso andaremos por locais com presença humana constante exceto nos próximos quilómetros. O Pinhal de Mira e o Pinhal de Leiria apenas separados pela foz do Mondego com a Bonita cidade da Figueira da Foz serão zonas desabitadas com praias desertas e florestas intermináveis. Na zona da Figueira da Foz está uma das poucas serras do litoral Português que irá ser o nosso ponto de observação sobre a costa e o Ria Mondego. As salinas e os campos de arroz darão lugar novamente ao Pinhal e á floresta.
Nazaré marca a entrada em uma nova realidade. De aqui para a frente as arribas serão uma constante emprestando uma beleza especial á nossa viagem. O surf estará cada vez mais presente, a juventude, a animação associada á praia á juventude e ao Sol tornam esta viagem numa experiência muito divertida.
Praias lindíssimas e o pôr do sol sobre o mar são postais gravados na nossa memória. A aproximação ao cabo da Roca e á serra da Sintra serão o final em beleza de um percurso com mar sempre à vista.

Pode ver mais sobre esta experiência em: http://www.travelja.net/pt/viagem-portugal-ocean—beaches–com-guia-37.html