Arquivo de etiquetas: natureza

Birdwatching

Garça RealP_Arzila Birdwatching no Paul de Arzila: seja você o ator principal (I) Localizada nas imediações da cidade de Coimbra, a Reserva Natural do Paul de Arzila constitui uma das últimas zonas húmidas do Baixo Mondego, abrangendo uma área de 535 hectares de mata natural. A especificidade da sua flora torna-a num local privilegiado para o albergue de diversas comunidades, nomeadamente 119 espécies de aves que elegem esta Reserva Natural como local para construírem os seus ninhos ou repousarem e alimentarem-se durante as migrações. Exemplo disso é o Rouxinol-pequeno-dos-caniços que, não obstante do seu diminuto porte, aguarda pelo final do Verão para iniciar a sua jornada com destino a África. É caso para dizer que, definitivamente, o tamanho não é tudo! Após a passagem pelo Centro de Interpretação, no qual desfrutará de uma vista privilegiada enquanto contacta com diversas exposições temáticas que lhe irão fornecer informações prévias sobre a área, seguir-se-á uma visita in loco pela Reserva Natural, a qual inclui a realização de atividades como o bird watching ou o anilhamento. Mais do que observar a natureza no seu estádio mais puro, neste roteiro propomos-lhe a interação e a vivência da mesma.Guarda-Rios Venha fazer parte desta aventura! Com a Reserva Natural do Paul de Arzila enquanto cenário de fundo, deixe-nos fazer de si o ator principal deste filme que é a natureza! Birdwatching in Paul Arzila: be the main actor (I) Located near the city of Coimbra, Paul de Arzila’s Nature Reserve is one of the last wetlands of the Lower Mondego, covering an area of 535 hectares of natural bush. The specificity of its flora makes it a prime location for the refuge of several communities, including 119 species of birds that elect this Nature Reserve as a place to build their nests, and also to rest and feed during migration site. A good example is the Rouxinol-pequeno-dos-caniços (Acrocephalus scirpaceus) that, despite its diminutive size, waits for the end of the summer to start its journey to Africa. One can argue, without doubts, that size is not everything! After visiting the Interpretation Centre, where you will enjoy a privileged view while contacting with several thematic exhibitions that will provide you information on the area, there will be an on-site visit to the Nature Reserve. This visit includes activities such as bird watching or banding. More than observing nature in its fullest, this tour allows you to experience it.

Paul de Arzila
Paul de Arzila

Come and be a part of this adventure! With Paul de Arzila’s Nature Reserve as a backdrop, allow us to make you the main actor of this movie called nature! Nuno Filipe Malva Oliveira

Brasil- Chapada Diamantina

grutaazul

O que leva alguém a ir?

Só o estar lá e em cima de um dos morros, apreciar todo o envolvimento permite perceber o único que este lugar é em termos paisagísticos. Ver o morro do Camelo e o morro do Pai Inácio é avassalador e belo.

Só o caminhar por um dos leitos secos em garganta escavados até se chegar a uma das suas cachoeiras como a da Fumaça e disfrutar de um banho compensador, permite perceber o quanto de escondido único este lugar tem.

Só o visitar entrar nas grutas como a do Diamante Azul permite perceber o quanto de subterrâneo único este lugar é.

Só o ficar hospedado em Lençóis permite perceber como acolhedora e única é esta pequena cidade, que é o coração humano da região.

Só encontrar o povo deste lugar tão remoto no Brasil e tão puro na sua essência, permite perceber como ainda é único este local.

É de ir sim e mais quando se deixa o lugar, se for de avião, é-nos brindado um tour aéreo pela chapada com comunicação pelo comandante dos morros que estamos a sobrevoar, que nos deixa a sensação e permite perceber que efetivamente é única e que se deve visitar obrigatoriamente.

Aurélio Crespo

 

Cachoeira-da-Fumaça-Chapada-Diamantina

chapada_diamantina_o_eden_do_ecoturismo_1

 

A Natureza e o trabalho do homem

É talvez o percurso que atravessa uma região única no mundo. O que iremos ver não existe em mais nenhum lugar.
Surpreenderá a todos o trabalho do homem no cultivo e preparação dos locais onde um dos mais famosos vinhos é produzido.
A natureza foi modificada pelo homem de uma forma criando um paisagem espetacular. Os enormes montes estão todos cultivados em socalcos com vinha e olivais.
O Douro sempre a serpentear no fundo vale completa com majestade todo o cenário.
Visitaremos duas zonas distintas O Douro Internacional com as suas escarpas abruptas e o Douro Vinhateiro com os seus vinhedos.
Os locais são pouco habitados mas os trabalhadores agrícolas estão sempre presentes. Raramente nos sentiremos sozinhos.
Nota-se o contraste entre as aldeias modestas e as casas senhorias das grandes quintas.
O percurso é uns constante sobe e desce cruzando os vales dos afluentes do Douro. As vistas surpreendem-nos a cada curva do caminho.
Quem se atrever a fazer este desafio ficará com imagens guardadas na memória que não esquecerá e claro irá saborear na sua origem um dos melhores vinhos do mundo.

Pode ver mais sobre esta experiência em: www.travelja.net